EMBUSTE

 

O Ministério Público (MP) arquivou o inquérito que envolvia o ministro das Finanças, Mário Centeno, sobre alegados benefícios em troca de bilhetes para um jogo de futebol do Benfica, revela hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Este “comunicado” parido pelo MP (não é a Mocidade Portuguesa) serve apenas para não dizer nada. Seria, aliás, estulto, pensar-se que alguém do MP tenha invadido o mi(ni)stério das finanças, incluindo o gabinete de sua insolência o ministro, à procura de corrupção por dois bilhetes prá bola. Pois…

O que nos “soa” é que anda por lá grossa coisa, e mister “Tive”, apesar de se julgar o último dos DDT, anda com o rabo tão apertadinho que nem um caroço de asitona lá cabe.

E se a qualquer momento rebentar mais uma bronca daquelas…

Cruzes, canhoto!