Ora bem…

Sandro-Matos.png

Eu tive o privilégio de crescer na alta. Estudei na Almedina, cheguei a ir ao cinema ao Tivoli com a minha avó. Eu apanhava o trólei 1 a porta do Nicola ou um táxi na praça 8 de maio. Se tenho saudades dessa baixa? Tenho claro!

Mas... O mundo pula e avança a uma velocidade louca. É urgente adaptarmo-nos aos novos tempos. Com positivismo. Mais união.

Com a certeza que a nossa baixa não voltará a ser como antes: não. adianta pensar o contrário. Mas pode vir a ser igualmente glamorosa se virmos no turista e num cliente agora mais exigente a motivação a querer fazer mais e melhor, mais actual, diferente porque parar é igual a andar para trás! Não esperem que a fórmula de sucesso no passado resulte agora num presente em mutação; não se façam de vítimas ou não pintem o quadro de negro, porque isso não vai atrair gente.

Existe a lei do retorno: o nosso empenho de forma positiva vai gerar acontecimentos positivos!!

Não basta querer, é preciso fazer acontecer, arriscar, aceitar a mudança e entrar nela, mantendo a tradição mas com a atitude a tocar no Amanhã!!

Vamos a isto? Ou vais desistir?

Sandro Matos