“Ter mijado à Porta Férrea”

porta-ferrea4.jpg

«Nascido em 14 de Dezembro de 1834, quando concluiu a sua formatura, em 1854 ainda não tinha completado vinte annos, o que era, e é, muito raro!
Quando em 1849, iniciando os seus estudos jurídicos, passou e repassou a porta ferrea, efectivando aquelle verso de Garrett que aqui não posso escrever, ainda não tinha quinze annos!»
Pedro Eurico; 1918: 129

Os versos da quadra de Almeida Garrett «(...)que aqui não posso escrever,» são os seguintes:
Verdade é, no Quebra-costas
Minha vez escorreguei,
Fui preso por Verdeaes,
E á porta Ferrea m…ei.
Almeida Garrett in “O Galego e o Diabo”

N.B.1: Pedro Eurico refere-se neste pequeno excerto a José Luciano de Castro (1834-1914), estudante de direito em Coimbra que amiudadamente passava à Porta Férrea.
N.B.2: A expressão “ter mijado à Porta Férrea” era sinónimo de ter frequentado a Universidade!

Enviado por Dr. João Baeta