MAU COMEÇO

A-Cabra.jpg

Taça da Liga -Leixões vence Académica nos penaltis

Ao vencer em Coimbra a Académica por 4-3, no desempate por marcação de grandes penalidades, o Leixões avançou este domingo para a segunda fase da Taça da Liga, após o empate a zero verificado no tempo regulamentar.

Durante os 90 minutos, as duas equipas praticaram um futebol que ainda precisa de muitas "afinações", com a Académica a ser mais perigosa na primeira parte e o Leixões a ser melhor na segunda.

Aos 17 minutos, na cobrança de um canto, Nélson Pedroso obrigou o guarda-redes da equipa do mar a defesa apertada, e, aos 43 minutos, Traquina, já dentro de área, rematou para nova defesa de Tony.

O Leixões, que viu um golo ser invalidado aos seis minutos, por falta de Ricardo Barros, praticamente não incomodou Peçanha, o guarda-redes dos 'estudantes', durante a primeira parte.

 

Na segunda metade, os papéis inverteram-se e a equipa nortenha foi mais perigosa. Luís Silva teve o golo na cabeça, aos 68 minutos, mas o remate saiu ligeiramente ao lado do poste da baliza de Peçanha.

No desempate por penáltis, Bura, Djoussé, Luís Silva e Nélson Pedroso não conseguiram converter as quatro primeiras grandes penalidades, com Tony e Peçanha em destaque.

Na sexta penalidade dos locais, Dias atirou ao poste, carimbando a passagem do Leixões.

 

Pelo meio, marcaram Zé Paulo, Diogo Ribeiro e Guima pela 'briosa' e Ricardo Alves, Evandro, Derick Poloni e Bernardo pela equipa de Matosinhos.

Na segunda fase, o Leixões vai defrontar o Feirense, em Santa Maria da Feira, e a Académica fica a ver passar navios, mas muita água pode ainda correr sob as pontes, ou sobre como dizem os analfabetos lisboetas.

 

Onzes:

 

Académica: Peçanha, Mike, William, Dias, Nélson Pedroso, Fernando Alexandre, Reko (Guima, 62), Ki (Zé Paulo, 71), Marinho, Traquina (Diogo Ribeiro, 62) e Djoussé.

 

Leixões: Tony, Tiago Moreira, Bura, Ricardo Alves, Dreick Poloni, Breitner (Erivaldo, 54), Ceitil, Luís Silva, Ofori (Bernardo, 83, Evandro e Ricardo Barros (Kukula, 54).