Atentado à pobreza

 

Num mundo em que a pobreza galopa, há gente que recebe tanto, tanto dinheiro que nem sabe o que lhe há-de fazer.

O pugilista norte-americano Floyd Mayweather foi o desportista com mais rendimentos em 2017, tendo destronado o português Cristiano Ronaldo, que liderou nos dois anos anteriores a lista divulgada pela revista Forbes.

Segundo o estudo anual da revista norte-americana, Floyd Mayweather que em agosto protagonizou com o lutador Conor McGregor um combate milionário, encaixou em 2017 um total de 244 milhões de euros.

Na segunda posição surge o futebolista argentino Lionel Messi, que renegociou o contrato com o FC Barcelona e subiu um lugar em relação ao ano passado, com ganhos totais de 95, 2 milhões de euros, dos quais 72 em salários.

Cristiano Ronaldo, que liderou a lista de ganhos em 2015 e 2016, ocupa a terceira posição, com ganhos globais de 92,8 milhões de euros, dos quais 52,3 milhões em salários e 40,3 em contratos publicitários.

No 'top 10' surge ainda mais um futebolista, o brasileiro Neymar, que protagonizou a mais cara transferência do futebol mundial ao trocar o FC Barcelona pelo Paris Saint-Germain.

Neymar, que registou ganhos de 77,1 milhões, ocupa a quinta posição, atrás de Conor McGregor, e imediatamente à frente do basquetebolista LeBron James, que arrecadou um total de 73,3 milhões.

O tenista suíço Roger Federer, sétimo da lista, foi o desportista que mais lucrou em contratos publicitários, 55,7 milhões, aos quais se juntam 10,4 milhões em salários.

Completam a lista dos 10 mais bem pagos, o basquetebolista Stephen Curry, e os jogadores de futebol americano Matt Este ano a lista dos 100 com mais ganhos não inclui qualquer mulher, depois de no ano passado Serena Williams, ter ocupado o 51.º lugar, com 'receitas' de 24 milhões de euros.

Completam a lista dos 10 mais bem pagos, o basquetebolista Stephen Curry, e os jogadores de futebol americano Matt Este ano a lista dos 100 com mais ganhos não inclui qualquer mulher, depois de no ano passado Serena Williams, ter ocupado o 51.º lugar, com 'receitas' de 24 milhões de euros.

Se estes “príncipes” e reis mandassem alguns dos seus proventos para Coimbra, a cidade podia crescer rapidamente e em força.

Imagem retirada da net

floyd-mayweather.jpeg.jpg