“Grid girls” da Fórmula 1 vão ser substituídas por crianças

 

As modelos que desfilavam na grelha de partida da Fórmula 1 vão ser substituídas por crianças e vão ser as federações dos vários países a escolher jovens pilotos de kart por mérito ou sorteio.

 

 

Depois do anúncio de que as “grid girls” iriam desaparecer das provas de Fórmula 1, os novos donos da Fórmula 1 (a Liberty Racing) anunciou esta segunda-feira que as modelos vão ser substituídas por crianças. A escolha será feita por federações nacionais que, em função do mérito ou por sorteio, vão indicar jovens pilotos de competições de kart.

A decisão de acabar com as “grid girls”, modelos contratadas para desfilar junto à grelha de partida, foi polémica. As próprias modelos acusaram as associações feministas — que eram contra a exposição das mulheres — de serem responsáveis pelo facto de perderem trabalho. Uma das mais famosas grid girls, Rebecca Cooper chegou a escrever no Twitter: “O inevitável aconteceu, a ‘grid girls’ vão desaparecer da F1. É ridículo que mulheres que dizem lutar pelos direitos de outras mulheres venham dizer o que as mulheres podem ou não fazer. Fazemos um trabalho que amamos e pelo qual somos bem pagas”.

Não há dúvida de que as feministas tipo coirão. - pão-duro e afins. - agem assim porque, além de não terem nenhum homem que as queira, têm inveja das boazonas, autênticas “fórmula I” que são.

Imagens - Peter Fox/Getty Images