Mark Zuckerberg pede desculpa por "erros" do Facebook

 

Imagem relacionada

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, vai pedir desculpa na audiência do Congresso dos Estados Unidos pelos escândalos à volta da rede social, nomeadamente o caso Cambridge Analytica, no qual mais de 87 milhões de perfis foram usados para condicionar resultados eleitorais, como a interferência russa nas eleições americanas de 2016.

O líder da maior rede social do mundo adiantou que já estão a ser tomadas medidas, mas Congresso e Senado desconfiam da sua eficácia.

"Se não tomarmos cuidado com as redes sociais, as plataformas como o Facebook, e os erros que eles cometeram no passado, nenhum norte-americano terá mais privacidade", afirmou o senador democrata Bill Nelson.

Notícia - Euronews

Imagens retiradas ad web