NOVO CAPÍTULO

 

Mais uma vez, o Estado Islâmico – estado imaterial - volta à carga: outra vez Messi e também Neymar são as vítimas identificadas e intimidadas.

Assim, o grupo terrorista que tem amedrontado o campeonato do Mundo do próximo ano, 2018, ameaça de novo: depois de uma primeira imagem sinistra de Lionel Messi e de uma montagem com a cara do selecionador francês, Didier Deschamps, o grupo terrorista criou um novo cartaz, de novo com o argentino e também com o astro brasileiro Neymar.

"Não vão ter segurança enquanto esta não existir nos países muçulmanos", pode ler-se na mensagem anexada ao cartaz, divulgado pelo SITE Intelligence Group, que acompanha as movimentações do grupo jihadista.

Na imagem pode ver-se Neymar à espera da execução, com Messi já caído no chão.

Sejamos claros: será que o mendo vai continuar a deixar-se aterrorizar-se por gente deste jaez?