Salvador Sobral soma críticas também no país vizinho

Imagem-Move-Noticias.jpg

Imagem: Move Notícias

As apreciações pouco abonatórias ao português vão-se multiplicando. Desta vez foi o apresentador e escritor espanhol Jorge Javier Vázquez, que não gostou de algumas declarações que o vencedor da Eurovisão do ano passado fez nos programas espanhóis ‘El Hormiguero’ e ‘Late Motiv’, na semana passada.

Depois da polémica provocada pelas palavras de Salvador Sobral quanto ao consumo de cocaína, o apresentador critica o facto do cantor português ter falado mal, à boca cheia, do programa espanhol ‘Sálvame’, do canal Telecinco, e de Belém Esteban, presença assídua no mesmo.

Salvador disse que em Espanha existem “famosos que são famosos por serem famosos”, e que em vez de o serem por mérito profissional o são por motivos pessoais como terem sido “mulheres de toureiros”, aludindo à personalidade da televisão espanhola que foi casada com o toureiro Jesulín de Ubrique.

Javier respondeu às críticas: “Ele até carregou no ‘El hormiguero’ contra ‘Sálvame e Belén Esteban, algo que me parece o cúmulo das más maneiras”. Aborrecido, o apresentador, que colabora com o programa televisivo, não poupou Salvador: “Eu nunca sonharia instalar-me em Portugal e questionar a televisão que é feita lá. Por vergonha, porque eu sou educado e porque quem sou eu para fazê-lo”.

“Mas Sobral fala e parece que o mundo precisa de ser parado. Bem chato, que és tão pouco para tanto. Ganhaste a Eurovisão, não criaste o Grindr“, sublinhou o famoso espanhol, arrasando com o interprete de ‘Amar pelos Dois’ pondo assim o ‘dedo na ferida’ na falta de humildade que há muito Salvador tem demonstrado.

Salvador Sobral é um pateta a quem a vitória no festival subiu à cabeça, esquecendo-se que muita gente votou apenas no “coitadinho” que até poderia ter morrido… em palco…

Outra coisa que se estranha é o da recuperação tão rápida do “transplante”…

Salvador é mais uma estrela fugaz, cada vem em maior decadência.