Internamento urgente em Hospitais privados

 

Nunca é tarde para aprender, além de que refresca a memória, quer dizer, ginastica-a.

Por isso, caro amigo, tome isto em atenção e mostre-o aos amigos e inimigos.

 

LEI NÃO DIVULGADA PORQUE NÃO INTERESSA QUE O POVO SAIBA!!!

 

É importante conhecer esta lei «quase» secreta.

Por favor leiam e divulguem.

Uma pessoa, na semana passada, foi internada no Hospital CUF e

não levava cheques; a filha viu-se aflita para resolver o problema.

E o Hospital da Luz exigiu 2000€ a uma pessoa para ser internada de urgência!

SAÚDE:

Lei Sobre o Depósito de Valores nas Clínicas Privadas antes do Internamento.

 

O DIÁRIO DA REPÚBLICA em 09/01/2002, a Lei nº 3359 de

07/01/2002, dispõe:

 

Art.1° - Fica proibida a exigência de depósito de

qualquer natureza, para possibilitar internamento de doentes em situação de

urgência e emergência, em hospitais da rede privada.

 

Art 2° - Comprovada a exigência do depósito, o hospital será obrigado

a devolver em dobro o valor depositado, ao responsável pelo internamento.

 

Art 3° - Ficam os hospitais da rede privada obrigados a dar

possibilidade de acesso aos utentes e a afixarem em local visível a

presente lei.

 

Art 4° - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

 

Não deixe de reenviar aos seus amigos.

 

Uma lei como esta, ainda do governo de António Guterres, que deveria ser divulgada, está praticamente escondida da população!

 

E isso já acontece desde 2002!