As Moradas do Advogado e do Padre no Céu

Papas.png

Um advogado e um papa chegaram ao céu bem juntinhos. São Pedro mandou o advogado instalar-se numa bela mansão, no alto de uma colina com ruas de ouro, árvores frondosas e um jardim cheio de flores de várias qualidades e odores apurados.

O papa, que vinha logo atrás, pensou que seria contemplado com um palacete, mas ficou decepcionado quando São Pedro o informou que iria habitar um T0 numa zona urbana de estética vulgar.

Irritado, o santo padre observou:

 - Não estou a entender nada disto: um sujeito medíocre como ele, simples advogado, recebe uma mansão digna de um rei, e eu, Pontífice da Igreja do Senhor, vou morar nessa espelunca?

Ao que São Pedro respondeu:

- Espelunca, não. Pequena e simples, sim. Espero que Sua Santidade compreenda! De papas, o céu está cheio, mas advogados... Bem, de advogados este é o primeiro que recebemos!

 

Zéfiro