Universidadede Coimbra recebe Conselho Cultural Mundial em 2020

Pela primeira vez, uma universidade portuguesa vai receber a cerimónia do Conselho Cultural Mundial onde são entregues os conceituados prémios Albert Einstein, José Vasconcelos e Leonardo da Vinci. A Universidade de Coimbra (UC) será a anfitriã da 37th World Cultural Council Award Ceremony, a decorrer em novembro de 2020.

O anúncio da escolha da UC foi feito esta sexta-feira, pelo presidente do Conselho Cultural Mundial, Colin Blakemore, durante a cerimónia deste ano, que decorreu na Universidade de Tsukuba (Japão) – e incluiu a entrega do Prémio Mundial de Artes Leonardo da Vinci ao produtor de cinema Paulo Branco (o primeiro português a ser laureado). A Universidade de Coimbra junta-se a instituições como o Massachusetts Institute of Technology, a Universidade de Oxford ou a Universidade de Princeton na lista de anfitriões do certame.

Conselho Cultural Mundial é uma organização internacional sem fins lucrativos, fundada no México, em 1982, por um grupo de 124 cientistas, académicos, presidentes de universidades e executivos dos cinco continentes, com a missão de promover uma cultura de tolerância, paz e fraternidade. Desde 1984 que a instituição realiza cerimónias anuais para atribuir o Prémio Mundial de Ciências Albert Einstein, o Prémio Mundial de Educação José Vasconcelos e o Prémio Mundial de Artes Leonardo da Vinci – que já distinguiram largas dezenas de cientistas, académicos e artistas de relevo mundial.

“Será uma honra para a nossa instituição receber esta cerimónia. Os objetivos do Conselho Cultural Mundial representam os mesmos princípios que estimamos enquanto instituição centenária, que vai celebrar os seus 730 anos precisamente em 2020”, sublinha o Reitor da UC, Amílcar Falcão.

Rui Marques Simões

Fotografia DR