Mais um pulinho

Foto-Ivan-del-Val-Global-Imagens.jpg 

O Farense continua líder isolado da LigaPro, apesar da derrota frente ao Benfica B. Na deslocação ao Fontelo, o Nacional não conseguiu mais que um empate sem golos perante um Académico muito rematador e ficou agora a um ponto da liderança dos leões de Faro, encurtando distâncias, mas perdendo a hipótese de saltar para a liderança. Na perseguição à zona de subida - embora a distância ainda seja considerável - continua o Covilhã, agora treinado por Daúto Faquirá. Em os serranos deram mesmo a primeira vitória ao novo técnico, goleando em Pina Manique o Casa Pia por 1x4, com os bis de Kukula e Mica e um penálti de Jorge Ribeiro a fazerem o resultado final.

Em Pedroso, a Académica confirmou o bom momento que vive sob o comando de João Carlos Pereira. Os estudantes venceram a equipa B do FC Porto por 1x3, beneficiando da expulsão de Luís Mata aos 17'. Zé Castro adiantou a Briosa de grande penalidade, o mesmo método que Vitinha usou para chegar ao empate ainda na primeira parte. Porém, a vantagem numérica viria mesmo a fazer a diferença, com os golos de Silvério e Derik a carimbarem os três pontos para a Académica, e, com esta vitória, a sonharem ainda com a subida à I Liga.

 

Com este resultado, a Académica soma assim a quarta vitória consecutiva, enquanto o FC Porto B contabiliza o terceiro jogo seguido sem vencer.

A expulsão do capitão Luís Mata, logo aos 17 minutos, colocou os portistas em posição de desvantagem numérica e com a tarefa mais complicada para tentar pontuar no jogo. Na respetiva grande penalidade, Zé Castro não desperdiçou a oportunidade e colocou os visitantes na frente do marcador.

Mesmo em inferioridade numérica, os dragões procuraram manter o equilíbrio e, aos 36 minutos, também de uma grande penalidade, Vítor Ferreira igualou a partida.

No segundo tempo, o equilíbrio foi-se esbatendo e o FC Porto B não conseguiu acompanhar o ritmo imposto pela Académica, que aparentou estar em boa forma física e técnica.

Silvério voltou a colocar a equipa de João Carlos Pereira na frente aos 61 minutos. Após um livre lateral marcado por Marcos, Silvério cabeceou para o golo. Derik (Lacerda) fechou a contagem aos 71 minutos, após um mau corte de Ferraresi. Ricardo Silva ainda defendeu, mas a bola sobrou para Lacerda que apenas teve que encostar.  

 

 

Com este resultado, a Académica ascendeu ao nono lugar, com 21 pontos, enquanto o FC Porto B fica perto da linha de água, na 16.ª posição, somando 15 pontos.

 

Jogo disputado no Estádio Municipal Dr. Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia.

FC Porto - Académica, 1-3. (ao intervalo: 1-1).

 

Marcadores: 0-1, Zé Castro, 19 minutos (grande penalidade); 1-1, Vítor Ferreira, 36.

1-2; Silvério, 61; e 1-3, Lacerda, 71.

 

Equipas:

- FC Porto B: Ricardo Silva, Musa Yahaya, Ferraresi, Pedro Justiniano (João Mário, 69), Luís Mata, Vítor Ferreira, Mor Ndiaye, Rodrigo Valente (Afonso Sousa, 55), Fábio Vieira, Madi Queta e Tony Djim (Diogo Bessa, 46).

 

- Académica: Mika, Mike, Zé Castro (Arghus, 80), Silvério, Mauro, João Mendes (Luís Silva, 74), Dias, Marcos, Traquina, Derik Lacerda (Hugo Almeida, 85) e Barnes.

 

Árbitro: Miguel Nogueira (AF Lisboa). – Sem grandes reparos, pois procurou ser isento.

Imagens AAC/OAF e Ivan del Val/Global Imagens

 

 

A-CA-DÉ-MI-CA

ACA-DÉ-MICA

ACADÉMICA

BRIIIOOOOOSAAAAAAAAAAAA!