"Europa decidiu ser Europa. Esta é uma oportunidade única"

Marcelo7.png

Se falasse menos e fizesse mais…

 

Marcelo Rebelo de Sousa visitou, na passada sexta-feira (24/07), a instalações da Continental Mabor, em Vila Nova de Famalicão, que celebra, em 2020, 30 anos de existência

 

Durante o discurso, o Presidente da República elogiou a empresa e apelou aos portugueses para seguirem a "história exemplar" da Mabor.

 

"A Mabor está a apontar-nos o sentido do futuro. É uma história exemplar", defendeu o Chefe de Estado, acrescentando que esta deve ser repercutida "à escala nacional".

 

Rebelo de Sousa referia-se ao acordo do Conselho Europeu para retoma da economia comunitária pós-crise da covid-19, num pacote total de 1,82 biliões de euros, que, segundo disse, "é uma oportunidade única que não pode ser desperdiçada".

 

"A Europa decidiu ser Europa, decidiu ser unida, decidiu investir para preparar a mudança para a segunda metade e final do século XXI. E Portugal tem uma oportunidade, mas uma oportunidade que é uma responsabilidade. Vai ser preciso investir e criar condições para investir. Não podemos ter investimentos de 500 milhões parados que, por razões de ordem administrativa diversa, são atrasados. Não pode ser assim nos milhares de milhões que vamos investir nos portugueses. E o dinheiro não é do Governo, do partido A ou B, é dos portugueses e é por isso necessária uma mobilização nacional. Os portugueses têm de perceber que esta oportunidade é única", disse.

 

Em linha com o mesmo pensamento, o Presidente da República salientou que "é preciso que haja controlo adequado na utilização dos dinheiros públicos" e garantiu que sabe que "para investir e, com este investimento, para exportar é preciso haver condições para investimento, administração pública que crie essas condições, decisões tomadas a tempo, que não demore anos".

 

Antes de terminar a sua intervenção no evento, Marcelo Rebelo de Sousa reiterou a sua confiança nos portugueses.

 

"Agora que temos como nação uma oportunidade única para construir o futuro temos de a aproveitar, não a podemos desperdiçar e tenho a certeza que não a desperdiçaremos porque nós somos capazes do melhor", atirou.    

(Imagem retirada da net)

 

Captado de País ao minuto - net