O ABONO DE FAMÍLIA

Abono-de-Familia.png

Uma velhinha caminhava pela rua arrastando 2 sacos de lixo.

Um estava rasgado e, de vez em quando, caía uma nota de 20 euros.

O policia que passava achou estranho parou e disse:

:- Senhora, tem notas de 20 euros caindo desse saco plástico.

:- É mesmo? Que chatice! (respondeu a velhinha). É melhor eu voltar e ver se pego as que caíram... Obrigada por me avisar.

:- Espere aí, senhora! Onde conseguiu todo este dinheiro? Não andou roubando, não é?

:- Não, senhor guarda, o meu quintal dá para um campo de golfe um monte de golfistas vem urinar num buraco da minha cerca, direto no canteiro de flores. Isso me incomodava, matava minhas flores... Então eu pensei: "por que não me aproveitar da situação?".

Agora, fico bem quieta, atrás da cerca, com a tesoura de jardim. Todas as vezes que um enfia o instrumento na cerca, agarro o instrumento e digo:- "OK, amigão: ou me paga 20 euros ou eu corto o seu abono de família…".

:- Parece justo (diz o policia, rindo da história). OK, boa sorte! Mas, a propósito, o que tem no outro saco?

:- Bem, sabe... alguns são forretas, nem todos pagam...