O EXAME DO ESTARALHA (Alcunha do Arnaldo Mendonça)

Rui-Felicio189.png

O Estaralha finalmente ia fazer a prova oral da última cadeira que lhe faltava para completar o 5º ano do liceu (Ciências Naturais), depois de ter ultrapassado, com alguns chumbos pelo meio em anos anteriores, todas as restantes disciplinas da area das Letras.

Para lhe dar apoio moral, quase toda a malta do Bairro se deslocou a seguir ao almoço ao D. João III, onde foi assistir ao seu exame de “formatura”.

O examinador era o Dr. Pimentel sempre bem acolitado pelas suas preciosas e atraentes estagiárias.

O interrogatório começou com algumas questões mais ou menos simples a que o Arnaldo ia respondendo satisfatoriamente com maior ou menor dificuldade.

Até que o Pimentel lhe disse:

- Responda-me agora correctamente à pergunta que lhe vou fazer e darei o exame como terminado.

Referia-se a uma lengalenga de minerais que todos os cábulas decoravam como uma cantilena. Era, claramente, uma pergunta fácil que o professor tinha propositadamente escolhido para que o examinando não falhasse e passasse no exame.

- Sim Sr. Doutor, faça o favor de perguntar que só se eu não souber é que não lhe responderei, retorquiu o Arnaldo com esta verdade de La Palisse.

- O Sr. Mendonça já ouviu falar certamente de uma lista de minerais que existem na Terra e que lhe foi ensinada durante as aulas – começou por dizer o Pimentel tentando enquadrar previamente a pergunta que viria a seguir.

- Vagamente Sr. Dr. – respondeu a medo e desconfiado o Arnaldo

E o Pimentel:

- Então eu só preciso que me indique dois desses minerais. Escolha os dois que quiser...

O Arnaldo Mendonça pensava, repensava, apertava a cabeça com os dedos tentando extrair do cérebro dois nomes dessa lista de dez minerais, mas claramente via-se que não vislumbrava nem um.

- Olhe, alguns desses minerais são habitualmente usados na construção civil, veja lá se se lembra..., interveio o Pimentel procurando ajudá-lo...

Uma súbita luz parece ter-se acendido na cabeça do Arnaldo que, eufórico, respondeu:

- Já sei Sr. Dr.! Dois minerais que se usam na construção civil, não é?

E rematou, triunfante:

GESSO e ESTUQUE!

Talvez pelas respostas anteriores satisfatórias, talvez porque o liceu precisava de vagas para os alunos do 5º ano da época escolar seguinte, o Mendonça passou e concluiu assim o 2º ciclo do liceu.

Facto que serviu de pretexto para ser anunciada a boa nova em todo o Bairro e à noite para uma comemoração geral condigna com fados (fracos) e vinho tinto (forte e muito).

Rui Felício