BRIOSA - 2021 ANNUS HORRIBILIS

AAC13.jpg

Como está a ser penoso o ano de 2021 para a nossa Académica!
Até começou bem, com uma retumbante vitória no Estoril, que nos colocou, isolados, no 1° lugar, nos finais de Janeiro. Mas, logo a seguir, veio o descalabro.

1 - Tudo começou na Feira, em 22 de Fevereiro, com uma frustrante derrota 0-1, depois de desperdiçado um penalty, que poderia ter colocado a Briosa à frente do marcador e, quiçá, alterado por completo o desenlace final da época.

2 - Seguiu-se um largo período, que denomino de “Bodo aos pobres”, caracterizado por um sucessivo desperdiçar de pontos com os diversos adversários que nos apareciam, quer os mais fortes dos primeiros lugares, quer os mais fraquinhos da cauda da classificação - Vizela, Oliveirense, Covilhã, Porto B, Arouca, Mafra, Vilafranquense (por duas vezes), todos estes nos roubaram pontos.

3 - Apesar disso, chegou-se à última jornada, a 22 de Maio, ainda com uma muito ténue hipótese de ascender à 1ª. Alcançou-se na altura uma vitória, só que bem frustrante, pois de nada valeu e o sonho morreu ali.

4 - Com uma agravante. Esse dia de Maio, já lá vão 4 (!!!) meses, FOI O DA ÚLTIMA VITÓRIA DA ACADÉMICA. De então para cá nunca mais venceu, nem mesmo nos jogos particulares de preparação!

5 - No período do defeso assistiu-se à debandada da grande maioria dos jogadores que mais se haviam destacado, sem que o Clube tenha recebido qualquer compensação. Ou seja, saíram os bons jogadores e não entrou o dinheiro que tanta falta faz!

6 - Foram feitas algumas aquisições, pouco sonantes é certo, mas que deixavam alguma esperança de se poder construir uma equipa minimamente capaz e competitiva. Mas, com os resultados destes primeiros jogos, rapidamente se esfumaram essas esperanças. 0 vitórias, 2 empates, 4 derrotas e o último lugar destacado. DOS CÉUS AO INFERNO, DE JANEIRO A SETEMBRO!

7 - A minha opinião pessoal de treinador de bancada, que tenho há vários meses, é a de que o grande responsável por este cenário trágico tem um nome: RUI BORGES. São imensos os erros que comete, que teimosamente repete, que estão à vista de todos. A forma como estrutura a equipa, a insistência em jogadores que vêm acumulando exibições desastrosas, as substituições tardias e não raras vezes incompreensíveis, o descurar a qualidade da nossa formação, a incapacidade de segurar o resultado quando se está a ganhar (marcámos primeiro com o Varzim, o Leixões, o Estrela, o Vilafranquense), etc., etc., etc. Mas quem gere o Clube, assobia para o lado e aposta no comodismo da inação também tem de ser responsabilizado.

8 - E, quando se pensava que já se bateu no fundo e nada de pior poderia acontecer, eis que surge ontem o comunicado da Liga a dar conta de que Boavista e ACADÉMICA não apresentaram atempadamente o comprovativo da inexistência de dívidas salariais, o que poderá acarretar consequências gravíssimas. O Boavista já veio afirmar que tem os pagamentos em dia, estando em causa meras questões burocráticas. Da Académica eu ainda nada ouvi, até agora, que possa sossegar os seus adeptos!

E AINDA FALTAM MAIS DE TRÊS MESES PARA ACABAR ESTE ANNUS HORRIBILIS!


Jorge Pedroso de Almeida

Imagem: Zerozero