Pinoquices

Pinoquices.png

Passos Coelho ficou conhecido por ir mais longe do que aquilo que a Troika exigiu.

O PS (não) agradeceu porque foi isso lhe permitiu a folga que utilizou para distribuir dinheiro pelas clientelas habituais, como forma de garantir votos.

No entanto, a fome por dinheiro para sustentar uma despesa crescente, obriga a ir buscar cada vez mais impostos, embora continuem a apregoar a sua descida.

Desta vez, até ultrapassaram o PCP pela esquerda ao irem tornar obrigatório o englobamento no IRS das mais-valias mobiliárias até um ano, como forma de agradar à esquerda.

Curioso é o PCP ter proposto englobamento acima dos 100.000 Euros e o PS ter inscrito na proposta de Orçamento do Estado para 2022, englobamento acima de 80.000 Euros.

Um Estado que não se reforma, que não corta despesa, tem necessidade crescente de receitas à qual o simples crescimento económico não responde.

Por isso, nos próximos tempos, vamos continuar a assistir ao crescimento da carga fiscal, embora o Governo jure a pés juntos que baixou e vai continuar a baixar a carga fiscal.

 

António Franco

Nota: PPC foi mais longe do que o acordo assinado por Sócrates com a troica, por uma razão simples. O governo tinha enganado a troica, escondendo mais de 30.000 milhões de dívida em empresas públicas e similares. O montante de 78.000 milhões assinado com a troica era curto. E as mentiras socialistas sobre o assunto continuam a vingar na comunicação social.

João Paulo Craveiro